Editora

A Pueblo nasceu como uma livraria de eventos em 2010 chamada Banca Livraria Popular. Participamos de dezenas de eventos universitários e sindicais em todo o Brasil. Em 2013 nos estabelecemos em Uberlândia-MG. Em 2015 publicamos nosso primeiro livro: Desmilitarização da polícia e da política: uma resposta que virá das ruas organizado por Givanildo Manoel da Silva que conta com textos de pesquisadores, ativistas e movimentos das áresas de diretos humanos e lutas sociais. Em 2016 abrimos nossa loja próxima ao campus da Universidade Federal de Uberlândia.

A nota da editora ao livro Desmilitarização da polícia e da política que publicamos abaixo, é a certidão de nascimento da editora e nossa melhor apresentação sobre a linha editorial e nossa proposta política.

 

NOTA DA EDITORA

O livro Desmilitarização da polícia e da política: uma resposta que virá das ruas, que inaugura as publicações da Pueblo Editora, apresenta a linha editorial que pretendemos seguir. O livro que o leitor tem em mãos, assim como as futuras publicações, contém textos de militantes, coletivos, movimentos sociais e pesquisadores engajados na transformação da realidade.

Givanildo Manoel da Silva, militante de inúmeras lutas, organizou este livro que apresenta o debate sobre a desmilitarização da polícia e da política por diversos ângulos: a perspectiva histórica da formação das polícias militares; a herança da ditadura militar; o uso do militarismo como instrumento de gestão de territórios e controle da população, sobretudo dos trabalhadores pobres, negros e moradores das periferias; os grupos de extermínio e a repressão no interior da corporação; a guerra às drogas; o encarceramento em massa; a repressão aos movimentos sociais; a militarização e a questão palestina. O livro trata também da necessária desmilitarização da política, pois a polícia militar é um dos tentáculos de uma política de coerção social e controle militar da sociedade, onde o Estado se preocupa mais com a garantia violenta da ordem (de dominação de classe) do que com os direitos sociais: para a maior parte da população, o Estado só se faz presente através da polícia.

Para que o presente livro não circule somente nos meios acadêmicos, mas junto aos movimentos sociais do campo e da cidade, nos comitês pela desmilitarização, sindicatos, associações de bairro e que chegue aos trabalhadores e trabalhadoras civis ou militares, disponibilizamos esta edição a preço popular. Esta é outra política que será marca da Pueblo.

Por fim, os outros objetivos a que nos propomos: a divulgação de temas importantes para a classe trabalhadora, estudantes, professores e movimentos sociais, dando ferramentas e contribuindo para seus debates; a edição de uma coleção de livros introdutórios a grandes temas voltados à formação política e cultural de estudantes, ativistas sociais, trabalhadoras e trabalhadores; a reedição de obras importantes que se encontram esgotadas; e a tradução de obras importantes do pensamento social que se encontram fora do alcance dos leitores.

Publicamos este livro em um delicado momento de ascensão do conservadorismo na sociedade, de ataques aos direitos trabalhistas e sociais, de acirramento da polarização entre as classes e das lutas de resistência. Esperamos com este livro, contribuir com a construção de uma sociedade mais justa. Desejamos uma boa leitura. Nos encontramos nos debates e nas ruas.

Alexandre Ferreira Igrecias

Uberlândia-MG, 2015.

MEIOS DE PAGAMENTO

INFORMAÇÃO LEGAL